Rádio

Passeio de Escuna

Rocinha: a fábrica de talentos

16 NOV 2014
16 de Novembro de 2014

Apesar da imagem atribuída a violência, a Rocinha se destaca nos talentos e no desejo de moradores que dedicam suas vidas para melhoria da comunidade.

Muito se fala sobre a violência na Rocinha, mas o que poucos sabem é que na maior comunidade do Brasil, onde residem aproximadamente 200 mil pessoas, existem diversos moradores, grupos e produtores culturais que representam os verdadeiros valores do local. São idealistas e líderes que se dedicam a levar a cultura para dentro da favela e tornam os becos e vielas em verdadeiros palcos para a cultura local.

O Studio de Dança Bruna Rodrigues atende crianças da comunidade, instrumentalizando-as com a arte da dança. O grupo sempre impressiona a plateia com as coreografias apresentadas com muito talento pelos pequenos dançarinos.

A Cia Bando Cultural Favelados, coordenada pelo artista e morador da Rocinha, Richard Castelo, localiza-se próximo à entrada da RocinhaO projeto tem mais de cinco anos de atuação com diversos jovens da Rocinha e comunidades vizinhas com formação em teatro. O grupo se apresenta em diversos teatros da cidade e é a referência da Rocinha nesta categoria artística.

O Grupo de Valsa Sonhos de Uma Noite, projeto coordenado pelo morador Jorge Luiz Isaias, completa 20 anos de história. O projeto transforma jovens através da dança e da arte. Atualmente, atende cerca de 80 jovens e adolescentes entre 14 e 24 anos.

O poeta e escritor Joilson Pinheiro, além de escrever poemas que representam a cultura de nossa comunidade, realiza um lindo trabalho com as crianças na Biblioteca Parque da Rocinha. A nossa líder e, também, poeta Francisca de Nobrega, mais conhecida como Chica da Rocinha, deixa registrada a história das lutas comunitárias em um dos primeiros livros da Rocinha. A líder desempenha um belo trabalho de inclusão dos deficientes, por meio da arte e cultura.

O objetivo de todos esses exemplares moradores é o resgate e estimulo dos jovens através da arte e cultura para uma real transformação e, assim integração na sociedade. É inestimável o número de benefícios que esses grupos oferecem a essas pessoas. É o jovem que aprende os belos passos de uma valsa, ou ainda o que se inicia comas tímidas apresentações e expressões no palco. Tão rico é esse processo pelo qual todos podem se sentir capazes, que lhes oferece autoconfiança, tornando-os, assim, mais seguros para exercerem outras atividades.

Jornal do Brasil - Davison Coutinho

* Davison Coutinho, 24 anos, morador da Rocinha desde o nascimento. Bacharel em desenho industrial pela PUC-Rio, Mestrando em Design pela PUC-Rio, membro da comissão de moradores da Rocinha, Vidigal e Chácara do Céu, professor, escritor, designer e liderança comunitária na Comunidade. 

Voltar

Início      A rádio      Programação      Blog      Galeria      Contato